imagem da secção
Circular
Apresentação
linha
Circular, às voltas com o agora.

Celebra-se em 2019 a 15.ª edição do Circular Festival de Artes Performativas.
São 15 anos de actividade ininterrupta em Vila do Conde de um festival independente descentralizado, que se afirma no campo da experimentação artística.
Com um programa eclético e multidisciplinar, o Circular persegue as questões suscitadas pela criação contemporânea e convoca o público para essa discussão.
O Festival apresenta espectáculos únicos que atravessam várias áreas artísticas como a dança, a música, a performance ou o pensamento crítico.
Na edição de 2019 propõe-se um programa onde a música tem uma forte presença, transversal nas propostas de dança de Nora Chipaumire, de Katerina Andreou, nos concertos de Sensible Soccers, de Vítor Rua e Joana Gama, e no espectáculo evocativo de Erik Satie de Joana Gama.
O Festival inclui estreias absolutas das criações de Luísa Saraiva e Carlos Azeredo Mesquita, Nuno Lucas, Filipe Caldeira (artista residente), e é exibido um filme realizado pela coreógrafa Ana Pi. Reserva-se ainda lugar ao pensamento com a realização do seminário de crítica de arte, orientado por António Guerreiro, e cumpre-se o lançamento do segundo número do Jornal Coreia, com direcção do coreógrafo João dos Santos Martins. Sob o mote dos 15 anos, o Circular associa-se à revista “Flanzine” numa edição especial dedicada à temática do corpo. O Festival apresenta também uma exposição que parte de uma reflexão sobre o trabalho desenvolvido numa perspectiva de relação com os públicos. Não poderia estar ausente um momento descontraído e de convívio que toma a forma de DJ set na festa "Baile Atlântico" com Marco, Paulo. De 19 a 28 de Setembro, o Circular convida o público a participar neste programa que se espera revelador e de celebração!

— Paulo Vasques e Dina Magalhães