share facebook share facebook

Partilhar

Voltar

Voltar

  • volmir0101.jpg

Calçada

Volmir Cordeiro 

Dança

Teatro Municipal de Vila do Conde — Sala 1

18 Set | Sáb | 21:00

"Calçada", peça para seis intérpretes, é uma maneira de evocar a metamorfose como a forma possível e única de conquistar a liberdade. Devolvendo ao "devir" a sua energia, "Calçada" investe a alegria como uma forma de expansão individual e colectiva. Depois de ter criado "Rua", com Washington Timbó, em 2015, Volmir Cordeiro aborda agora a calçada enquanto espaço privilegiado de circulação de mundos, de trabalho, de norma, de contacto, de festa, de estagnação. Na busca contínua por estados de corpo contraditórios — estratégia recorrente no seu trabalho — a pesquisa em "Calçada" pretende "quebrar os impasses", criar condições para que as coisas passem, e assim, autorizar a passagem como uma tentativa de celebração. Uma cena de trabalho, um cortejo que não nega a sua vulgaridade, depois um passeio desordenado que nos leva até um transe de caminhadas. Para fugir da impotência e da exclusão que governam uma certa tragédia do mundo actual, os dançarinos não param de se transformar, de se mascarar e desmascarar, de se deixarem levar para fora de si mesmos através da experiência comum de um êxtase passageiro.
— Volmir Cordeiro

Coreografia: Volmir Cordeiro | Intérpretes: Volmir Cordeiro, Martin Gil, Isabela Santana, Marcela Santander Corvalán, Anne Sanogo, Washington Timbó | Direcção Técnica: Aliénor Lebert | Assistente de direcção: Bruno Pace | Desenho de Luz: Abigail Fowler | Desenho de Som: Arnaud de la Celle | Concepção de Figurinos: Volmir Cordeiro | Figurinos: Vinca Alonso & Volmir Cordeiro com a participação dos intérpretes | Olhar Externo: Carolina Campos, Adeline Fontaine, Kiduck Kim | Estagiários: Garance Debert, Léa Lourmière | Agradecimentos: Charlotte Imbault, Chloé Perol, Bruno Pace, Joy Noire, Nadine Noret | Agradecimento especial: Henry Pillsbury | Produção: Donna Volcan | Administração, difusão, produção: MANAKIN Lauren Boyer & Leslie Perrin | Fotos: Arthur Crestani | Co-produção: CND Centre national de la danse; Le Musée de la Danse/Centre chorégraphique national de Rennes et de Bretagne, dans le cadre de la mission Accueil-studio; Charleroi Danse – Centre Chorégraphique de la Fédération Wallonie – Bruxelles; Ateliers Médicis - Clichy-sous-Bois / Montfermeil; King’s Fountain; Le Dancing CDCN Dijon Bourgogne-Franche-Comté; La Place de la Dance, CDCN Toulouse - Occitanie; ICI—CCN Montpellier - Occitanie / Direction Christian Rizzo | Apoio: Ecole Nationale Supérieure d’Art de Dijon; Actoral, festival international des arts et des écritures contemporaines; Département de la Seine-Saint-Denis; DRAC Île-de-France au titre de l’aide à la structuration

Agradecimentos Circular Festival: Curtas Metragens CRL, Fundação de Serralves

Volmir Cordeiro (Brasil, 1987) é doutorado em dança pela Universidade Paris 8 (França) e em 2019 publica a sua tese "Ex-Corpo" pelas edições Carnets, do Centre National de la danse. Em 2011 muda-se para França para realizar estudos coreográficos no Mestrado Essais - Centre National de Danse Contemporaine d'Angers (direção Emmanuelle Huynh). Artista-pesquisador, trabalhou como intérprete com os coreógrafos Alejandro Ahmed, Lia Rodrigues, Cristina Moura, Xavier Le Roy, Emmanuelle Huynh, Vera Mantero, Nadia Laura & Zeena Parkins e Latifa Lâabissi. A partir de 2012 começa a realizar os seus próprios projectos como coreógrafo, apresentando as suas peças em diversos festivais internacionais. Ensina regularmente em escolas de formação coreográfica como no Mestrado Exerce - Montpellier (França), Mestrado Drama - Gent e P.A.R.T.S (Bélgica). Actualmente é artista associado no CDCN La Briqueterie e na Scène National Points Communs de Cergy.

Data e local de estreia: Setembro, 2019, Actoral, festival international des arts et des écritures contemporaines

volmircordeiro.com | YouTube