share facebook share facebook

Partilhar

Voltar

Voltar

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

  • © DR

Instalação Gesto & Síntese por Diogo Tudela + Supernova Ensemble

Instalação

13 Jan. a 14 Abr. 2023
Galeria gnration | Braga | Acesso gratuito
 
A disciplina de criação ou engenharia envolve uma navegação ao longo de uma fissura. Tal espaço torna-se ainda mais aparente quando estruturas lógico-matemáticas são instrumentalizadas na construção (criação) de obras de arte.
A autonomia e a polaridade entre o espaço disciplinar que forma significação, e a disciplina que significa forma, produz uma lacuna fenomenológica insolúvel entre os vetores que apontam para uma obra e os vetores que dela saem.
Gesto e Síntese, que se coloca e desenvolve num espaço híbrido entre performance e instalação, música e new media art, é assim uma peça que trabalha abertamente tal fissura explorando a ferramentalização de estruturas lógico-matemáticas sob o disfarce de materialidade e plasticidade – o que equivale a dizer que esta peça, tal como outra qualquer, é sobre o que é. Os objetos apresentados nesta instalação são parte integrante do espaço performativo. Gesto e Síntese é uma encomenda Supernova Ensemble.

gnration

Criação: Diogo Tudela + Supernova Ensemble | Instalação: Diogo Tudela | Performance (14 Abril): João Dias, José Alberto Gomes, Mário Costa e Diogo Tudela | Direcção artística: João Dias e José Alberto Gomes | Co-produção: Circular Festival e gnration
 

 
Diogo Tudela é um investigador e programador focado no software crítico, em práticas de simulação, teoria de modelos, geometria, diagramas e mecatrônica. O seu trabalho tem abordado as tecnologias de síntese e manipulação vocal como tácitas de retro-bioengenharia.
 
Criado em 2022, o Supernova Ensemble é um colectivo artístico dedicado à música inovadora nas áreas performativas, novas media e artes sonoras. Com uma formação artística e musical diversificada, o grupo pretende construir um mundo em que novas ideias sonoras fluam livremente através de géneros e media, incluindo música, teatro, dança, vídeo, electroacústica, música de câmara, instalações sonoras, etc.