share facebook share facebook

Partilhar

Voltar

Voltar

  • 20201021PlanoInclinado.jpg

'Plano inclinado' de Carlos Arteiro e Joclécio Azevedo | 7 - 30 Nov. Centro de Memória | 'Modos de Usar'

Centro de Memória de Vila do Conde

Performance:
7 de Novembro 2020
11:00 – 12:30 / 14:15 – 17:15, em contínuo
Acesso gratuito*

Instalação:
De 7 a 30 de Novembro 2020
10:00 – 13:00 / 14:00 – 18:00


"Plano inclinado" resulta de um processo de colaboração entre o artista plástico Carlos Arteiro e o coreógrafo Joclécio Azevedo, artista residente da Circular Associação Cultural. A proposta inclui uma performance e uma instalação no Centro de Memória, em Vila do Conde, a partir de um diálogo à volta da escultura, da coreografia e da colaboração como formas de preparar território a encontros inesperados com a matéria, com o espaço e com o contexto local de produção.

A obra consiste na construção de uma oficina temporária, integrando parte do trabalho físico necessário à edificação do espaço como performance. Objectos, ferramentas e fragmentos de textos permanecem no local de trabalho, constituindo um registo documental do processo.

___________________

Esta proposta integra o projeto “Modos de usar” de Joclécio Azevedo, desenvolvido no contexto da Circular Associação Cultural. “Modos de usar” é um projecto que questiona a relação dos artistas com os seus métodos e ferramentas de pesquisa, propondo espaços de conversação, de activação de ligações com o contexto local de produção. O projecto desenvolve-se em várias camadas, à procura da reconfiguração de fronteiras disciplinares através de actividades que incluem também oficinas, workshops, encontros e apresentações informais. Constitui-se como um processo intermitente, integrando artistas, associações e grupos locais que desenvolvem projectos no campo das artes performativas e estendendo-se a participantes profissionais e não profissionais. O projecto prevê a criação de uma série de intervenções colaborativas, desenvolvidas entre 2018 e 2021.

___________________

Carlos Arteiro (Vila do Conde, 1992) é licenciado em Artes Plásticas (Escultura) pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (2015) e Mestre em Práticas Artísticas Contemporâneas pela mesma instituição (2017). Foi bolseiro Erasmus na Facultad de Bellas Artes da Universidad Complutense de Madrid (2014-15). Em 2018 foi finalista do prémio NOVO BANCO Revelação 2018. Vive e trabalha em Vila do Conde.


Joclécio Azevedo (Brasil, 1969) vive no Porto desde 1990. A sua prática artística integra vários interesses, como coreografia, performance, escrita, som, dramaturgia e colaboração. Foi director artístico do Núcleo de Experimentação Coreográfica entre 2006 e 2011. É membro da direcção plenária da GDA desde 2008 e do Conselho de Curadores da Fundação GDA desde 2010. Artista residente da Circular Associação Cultural a partir de 2012. Colabora regularmente com grupos de investigação e de formação como o Sintoma, FAICC, Oficina ZERO, Balleteatro Escola Profissional, entre outros.

___________________

A ArtWorks é uma organização que produz obras de arte, projectos e exposições, na qual trabalha Carlos Arteiro. Para “Plano inclinado” contribuiu com a disponibilização das instalações e alguns materiais que integram o projecto.


*a iniciativa vai respeitar as medidas de segurança e de lotação definidas pela Direção-Geral da Saúde.


© Carlos Arteiro