share facebook share facebook

Partilhar

Voltar

Voltar

  • 20210203coreia.png

Jornal Coreia #4 com direcção de João dos Santos Martins | envio via postal

Na impossibilidade de se concretizarem as sessões públicas de apresentação da nova edição do jornal Coreia em Vila do Conde, Santarém e Lisboa, devido às medidas de contenção da pandemia, a edição #4 está disponível através de envio via postal por CTT [formulário].

O jornal é gratuito. Os portes de envio ficam a cargo do requerente.
 
 
A distribuição gratuita do jornal em todo o território nacional — bibliotecas, centros de documentação, livrarias, museus, galerias, teatros, espaços de ensaios e residências — será progressivamente retomada na reabertura gradual de cada espaço.
A lista completa de distribuição assim como outras informações estão disponíveis no site www.coreia.pt.

Coreia é um projecto editorial de carácter artístico, crítico e discursivo, a propósito das artes em geral, firmado numa relação umbilical com a dança, preocupado em divulgar formatos vários como partituras, manifestos, entrevistas, crónicas, ensaios, críticas e reflexões em língua portuguesa. O jornal tem uma tiragem semestral de 3000 exemplares com distribuição gratuita em todo o país.

Com direcção editorial de João dos Santos Martins e design gráfico de Isabel Lucena, a edição #4 do Coreia inclui uma crónica da artista e mother da House of Sle, em Sydney, Bhenji Ra (AU) sobre a fadiga da imaginação, um ensaio-futurista pelos artistas-pesquisadores Bruno Leviron (BR) e Ignacio de Antonio (ES) para o desaparecimento da branquitude, um excerto das memórias traumáticas de 1916 da professora de dança rítmica Carmen de Brito (ES/PT), um diálogo sobre a transmissão da peça O Samba do Crioulo Doido entre o intérprete Calixto Neto (BR) e o autor Luiz de Abreu (BR), um ensaio a partir da recensão crítica ao trabalho de colagem do artista James Waring (EUA) pelo investigador Jean Capeille (FR), um texto coreográfico do escritor J.M. Vieira Mendes (PT), uma coreografia gráfica do artista visual Micael Ferreira (PT), uma reflexão sobre o luto das relações em tempo de pandemia pelo médico Miguel Oliva Teles (PT) e o artista da performance Daniel Pizamiglio (BR), um diário de pensamentos de Pedro Marum (PT), dj e curadorx, sobre a ressaca e ânsia de dançar, a publicação de excertos do guião de Still Dance for Nothing (2020) pela bailarina Vânia Doutel Vaz (PT) introduzidos pela artista-investigadora Rita Natálio (PT), e uma grande entrevista a Tânia Carvalho (PT).

 
Direcção editorial: João dos Santos Martins | Design gráfico: Isabel Lucena | Contribuição: Bhenji Ra, Bruno Leviron & Ignacio de Antonio, Carmen de Brito, Calixto Neto & Luiz de Abreu, Jean Capeille, José Maria Vieira Mendes, Micael Ferreira, Miguel Teles & Daniel Pizamiglio, Pedro Marum, Rita Natálio & Vânia Doutel Vaz, Tânia Carvalho | Tradução: José Maria Vieira Mendes | Revisão: Daniel Lühmann, Pedro Cerejo | Transcrição: Suiá Ferlauto | Edição, produção e distribuição: Associação Parasita, Circular Associação Cultural | Site: Sara Orsi | Apoios: Teatro Sá da Bandeira — Santarém, ZDB, Escola de Dança do Centro Municipal de Juventude de Vila do Conde | Agradecimentos: Luísa Carles, Pepe Cobo y cía, Maus Hábitos
 
 
www.coreia.pt
 
 
© Carmem de Brito, Páginas da Minha Vida (1962). Autor desconhecido, data desconhecida.